segunda-feira, 13 de fevereiro de 2006

Da lagoa azul para o banco encarnado



Christopher Atkins formava parelha com Brooke Shields nesse clássico manhoso que é "Lagoa Azul". Viu o seu corpo nu ser alvo de muitas pausas na era do VHS. Hoje é icone nostálgico-gay.

Rui Nereu é a esperança das balizas encarnados. Chamavam-lhe o puto maravilha na noite em que foi catapultado para a alta roda do futebol europeu e vestiu as luvas no Madrigal. Coisas apenas ao alcance de quem está na Champions.

(a ordem das imagens está invertida. não me entendo com isto...)

4 comentários:

PWFH disse...

Muito bom Ron !
É pena aínda faltar tanto para o natal ... para o próximo vou querer um cabelo daqueles!

Tripeirossos disse...

Magnifique

HR/JD disse...

Entre dizer que o Rui Nereu é uma esperança e considerar o Patch Adams um filme de culto, não sei o que estará mais incorrecto...
-----------
The Hitman

Ron disse...

O facto dos moron brothers intervirem com o mesmo nick baralha-me, mas parto do princípio que o último comment pertence ao que é benfiquista. OK, o Rui Nereu é já uma certeza e será consagrado já com a ida ao mundial das salsichas Frankfurt. Tem títulos que se farta e o Preud D'Homme até já lhe ofereceu um urinol em mármore com a foto do Yashin gravada. Estás errado em todo o caso, meu caro. O Patch Adams é de facto um filme de culto pelo mau gosto demonstrado na interpretação do Robin Williams. Eu próprio cito frequentemente a cena em que ele imita uma abelha como uma das mais sofríveis do cinema lamechas. Sem barba, ainda assim.